Como trabalhar com arquivos do Photoshop no CorelDRAW® Graphics Suite, por Ariel Garaza Diaz

Neste tutorial, abordaremos algumas das tarefas mais comuns que um usuário do Adobe Photoshop que está em fase de transição para o Corel® PHOTO-PAINT™ precisa realizar. O CorelDRAW, o Corel PHOTO-PAINT e o Adobe Illustrator/Photoshop têm muitas semelhanças e compartilham alguns recursos básicos de desenho e de design, o que facilita a transição de um aplicativo para o outro.

Já usa o Photoshop há muito tempo? Se a resposta for "Sim", você provavelmente vai querer continuar a trabalhar em um ambiente com o qual está familiarizado e se sente à vontade. Alguns usuários acreditam que a transição para o CorelDRAW significa ter que aprender um programa do zero, ou significará uma mudança radical na sua forma de trabalhar. Mas a boa notícia é que isso não é necessário; você pode continuar trabalhando como sempre, e ainda melhor.

Além disso, se desejar, você poderá trabalhar com os dois programas ao mesmo tempo. O CorelDRAW e o Photoshop são bons amigos. Aqui, vamos dar algumas dicas sobre como trabalhar com os dois programas. Vamos começar com um dos problemas básicos mais frequentes: remover o fundo de uma imagem. Vamos usar como exemplo a imagem de uma maçã.

Como se remove a imagem de fundo no Photoshop a fim de prepará-la para importação para o CorelDRAW? Existem várias maneiras de fazer isso, é claro. Por exemplo, você pode selecionar a maçã e salvar a seleção como um canal (selecione > Salvar Seleção... > selecione Novo Canal). Isso é tudo!

Agora, salve a imagem como um arquivo .TIF (nota: alguns formatos de arquivo, como JPG, não suportam fundos transparentes). Em seguida, importe a imagem para o CorelDRAW com o comando Arquivo > Importar (Ctrl+I).

A maçã terá um fundo transparente. Rápido e fácil!

Também podemos usar um método alternativo. No Adobe Photoshop, em vez de salvar a seleção, crie uma nova camada com fundo transparente e, depois, salve a imagem no formato PSD. Isso é tudo! Volte para o CorelDRAW, escolha o comando Arquivo > Importar (Ctrl+I) e selecione o arquivo .PSD. O CorelDRAW reconhecerá o fundo transparente.

Alguns usuários do Photoshop preferem usar um demarcador (uma máscara de vetor) para essa finalidade. Mais uma vez, isso não é problema. Se você já tiver uma imagem com um demarcador salvo ou se quiser criar um novo (salvando uma seleção como um demarcador de trabalho), basta acessar: Arquivo > Exportar > Demarcadores para o Illustrator .

Agora, volte para o CorelDRAW e importe (Arquivo > Importar) o demarcador salvo. O resultado será um objeto sem preenchimento e sem contorno (e, portanto, invisível). Mas, depois de importar o objeto, e enquanto ele ainda estiver selecionado, escolha uma cor na paleta de cores com o botão direito do mouse, para adicionar um novo contorno.

Se o objeto não estiver mais selecionado, você poderá selecioná-lo novamente ao pressionar a tecla Tab. Às vezes, o novo objeto faz parte de um "grupo", então primeiro é preciso "desagrupá-lo" (Ctrl+U).

Agora, importe a imagem da maçã, o JPG original ou um novo arquivo, depois de corrigir a imagem com o Photoshop. Vá para o menu Efeitos e selecione: PowerClip > Colocar dentro do recipiente. Aparecerá um cursor de seta. Clique na borda do demarcador importado anteriormente, e a maçã será colocada automaticamente dentro do PowerClip.

Um PowerClip não é exatamente o mesmo que uma "máscara" no Illustrator, mas pode ser utilizado de uma forma semelhante.

Por padrão, a imagem deve ser centralizada dentro do PowerClip. Se a imagem não estiver na posição correta, você poderá reposicioná-la (Alt+clique) ou poderá editar o conteúdo do PowerClip (Ctrl+clique no PowerClip, ou clique com o botão direito do mouse no PowerClip e escolha "Editar PowerClip..."). Depois mova e/ou redimensione a maçã para a ajustar à borda.

Para retornar à página de desenho, clique em "Interromper a edição de conteúdo".

A diferença entre este último método e os dois anteriores é que a borda, neste caso, é um objeto vetorial. Você pode usar a ferramenta Forma (F10) para corrigir ou modificar o objeto, bem como para adicionar um contorno ou qualquer outro efeito desejado.

Todos os três métodos permitem adicionar um sombreamento, uma transparência (se você usar o PowerClip, lembre-se de aplicar a transparência à imagem, e não ao objeto recipiente) e vários outros efeitos.

Mas... será que é mesmo preciso usar o Photoshop, uma vez que é possível criar um fundo transparente no CorelDRAW? Não necessariamente. O CorelDRAW oferece várias ferramentas que criam os mesmos resultados.

Vamos dar uma olhada em três delas: importe a imagem da maçã no CorelDRAW, usando o comando Arquivo > Importar, e, com o botão direito do mouse, escolha "Editar bitmap...". A imagem será aberta com o Corel PHOTO-PAINT.

O Corel PHOTO-PAINT é um editor de imagens, semelhante em muitos aspectos ao Photoshop, mas é claro que também existem diferenças. A segunda ferramenta da Caixa de ferramentas é um conjunto de ferramentas de "seleção" (mantenha pressionado o pequeno triângulo preto ao lado da ferramenta Máscara de retângulo e você verá um menu desdobrável com várias outras ferramentas de máscara). As ferramentas de seleção são chamadas de "Máscaras". Essas ferramentas executam funções semelhantes às das ferramentas de letreiro no Adobe Photoshop. Existem ferramentas Máscara de retângulo, Máscara de elipse, Máscara à mão livre, Máscara de varinha mágica, Máscara de pincel etc. e, nas configurações da Barra de propriedades, você pode optar por adicionar à seleção, subtrair da seleção etc.

Aqui, as "camadas" são chamadas de Objetos. Apesar dessas diferenças nos nomes, você logo se sentirá à vontade. Porém, se memorizar os nomes dos comandos dos menus do Corel PHOTO-PAINT for inconveniente para você, bem, há uma solução para tudo. Vá para Ferramentas > Opções > Área de trabalho e escolha a área de trabalho Adobe Photoshop.

Num instante, o programa será organizado de uma forma muito semelhante ao Photoshop, o que facilitará o processo de aprender a usá-lo.

Para criar um fundo transparente, pode-se usar um método similar ao usado no Photoshop.

Selecione a imagem com as ferramentas de máscara, por exemplo, a ferramenta Varinha mágica, para selecionar o fundo. Como queremos selecionar a maçã, vá para o menu "Máscara" (lembre-se: Máscara = Selecionar) e escolha "Inverter" (Máscara > Inverter ou CTRL+SHIFT+I).

Isso é tudo. Feche o PHOTO-PAINT e, quando o programa solicitar que você salve o arquivo, escolha "Sim". A imagem retornará ao CorelDRAW com um fundo transparente.

E, sim, você também pode salvar a seleção no PHOTO-PAINT como um canal alfa no menu Máscara (Máscara > Salvar > Salvar canal alfa...). Em seguida, salve a imagem como um arquivo .CPT (o formato de arquivo nativo do Corel PHOTO-PAINT), .TIF, .PSD etc., para uso posterior.

Mas existem outras maneiras de criar um fundo transparente com o CorelDRAW. Escolha a melhor maneira para você, de acordo com o seu fluxo de trabalho como designer, e também com a imagem. Se a imagem tiver um fundo uniforme (branco, por exemplo), ao selecioná-la, escolha "Máscara de cor" no menu Máscara. Depois, com a ferramenta Conta-gotas da caixa de diálogo Máscara de cor, você pode selecionar a cor de fundo, aumentar a tolerância e remover a cor de fundo.

Aqui está outro método de remoção do fundo no CorelDRAW: com a ferramenta Forma (Caixa de ferramentas > ferramenta Forma) ou (F10), selecione o bitmap e mova os nós da imagem. É possível adicionar e excluir nós ou convertê-los em segmentos, em curvas ou em segmentos retos... você pode dar novo formato à borda da maneira necessária em apenas algumas etapas!

Aqui está o último método que gostaria de demonstrar. Você pode desenhar um contorno em volta da imagem com a ferramenta Caneta (F5), embora existam vários outros tipos de ferramentas de desenho disponíveis. Mas talvez você não queira desenhar um caminho (chamado de demarcador no Photoshop) manualmente. Selecione a imagem e escolha a opção "Rastrear bitmap" na Barra de propriedades (ou clique com o botão direito do mouse no objeto e escolha um método de rastreamento). Escolha "Remover fundo" enquanto rastreia a imagem. Para remover o fundo completamente, marque a caixa "Remover cor da imagem inteira". Se o fundo consistir em mais de uma cor, selecione o botão "Especificar cor" e, mantendo pressionada a tecla Shift, use a ferramenta Conta-gotas para remover todas as áreas do fundo.

Agora, selecionando os objetos rastreados, vá para o menu Organizar > Formato > Limite.

Dessa forma, você terá o contorno da imagem e poderá usar isso como um recipiente para imagens às quais aplicar o recurso PowerClip (Efeitos > PowerClip > Colocar dentro do recipiente...).

Como pode ver, como usuário do Adobe Photoshop, você pode continuar a trabalhar como antes, até se familiarizar com as novas ferramentas do CorelDRAW. Você encontrará muitas ferramentas semelhantes àquelas com as quais está acostumado a trabalhar... e muitas outras. Você pode usar as mesmas configurações de cores nos dois programas para obter o resultado exato que deseja (no CorelDRAW, consulte: Ferramentas > Gerenciamento de cores). Mas o mais importante é que você pode ter certeza de que o CorelDRAW é uma opção segura para alcançar seus objetivos criativos e profissionais.